A grande maioria das empresas é de pequeno e médio porte, contribuindo significativamente para a economia nacional. Porém, a mortalidade destas entidades também é alta, pois negócios são fechados em apenas poucos anos após serem inaugurados. Administrar as empresas não é tarefa fácil. Exige dedicação intensa, tempo, planejamento, tomada de decisão e vários conhecimentos.

Neste sentido, vem a pergunta título do texto: Empresário, você realmente usa a contabilidade?

Ou apenas se lembra dela quando precisa fazer o imposto de renda ou levantar as guias e pagar tributos?

Contabilidade vai além disso. Ajuda, por exemplo, na tomada de decisão em relação aos investimentos, aplicação de recursos, formação do preço de venda, controle dos gastos, fluxo de caixa, orçamento empresarial, dentre outros.

Saber gerenciar de forma eficiente e eficaz um negócio é crucial atualmente, pois a concorrência tem se tornado cada vez mais profissional, estruturada e, por consequência, forte. Para enfrentar tal situação, é preciso conhecer seus pontos fortes e fracos, ameaças e oportunidades.

A contabilidade, por ter como objeto de estudo o patrimônio (resumidamente: conjunto de bens, direitos e obrigações de uma pessoa física ou jurídica) e registrar os fatos administrativos, pode auxiliar em uma série de informações gerenciais que são cruciais para estabelecer um planejamento mais eficaz, obter indicadores de desempenho, analisar a saúde da empresa e sua rentabilidade, fornecer relatórios precisos e etc.

Apoiar-se nas informações contábeis, dignas de fidelidade e confiança, se torna um grande aliado para os gestores e empresários conhecerem melhor seu negócio e tomarem melhores decisões.

Porém, é preciso ser uma relação de parceria, pois o empresário necessita passar informações, documentos e o que mais for necessário para o contador (profissional ou escritório), poder registrar e elaborar os demonstrativos e informações necessárias.

Também os empresários contábeis e demais profissionais da contabilidade precisam estar atualizados, atentos e preparados para poder auxiliar na gestão dos clientes, sendo necessário acompanhar o que acontece, ou seja, a rotina da empresa do cliente, conhecer o negócio e suas particularidades, a legislação envolvida, dentre outros aspectos para assim fornecer um serviço de melhor qualidade e de valor.

O fechamento de empresas tem diversas causas, mas são ressaltadas o desconhecimento e entraves burocráticos, descontrole do fluxo de caixa, falta de planejamento e má gestão. Contar com o apoio da contabilidade ajuda e muito a evitar algumas destas causas, a tornar a administração mais sólida e profissional.

Assim, deve haver mesmo uma integração entre estas duas áreas: Administração e Contabilidade, para o crescimento e aprimoramento de ambas, fomentando assim serviços, produtos, empregos e renda. Sucesso a todos.

Demetrio Luiz Pedro Bom Junior

Contador e Administrador de Empresas

CRC SP-315480/O-1 / CRA SP 78891

Diretor Educacional Suplente – AESCON Ribeirão Preto

E-mail: [email protected]